quarta-feira, 9 de setembro de 2009

Amor ou Amizade?

Em nossas amizades procuramos não subjugar o outro ou tirar proveito de alguma situação. Manifestamos nossa lealdade por essa pessoa através das mais variadas demonstrações de carinho: abraços, beijos, telefonemas… Entretanto, na experiência com o sexo oposto podemos defrontar com algumas surpresas, como por exemplo, acreditar que um novo sentimento, além da amizade, pode estar aflorando a partir desse relacionamento.

Se um namoro começa a partir de uma amizade verdadeira, como podemos identificar se o nosso abraço está ganhando um sabor diferenciado?
Poderia aquele(a) amigo(a) ser um(a) futuro(a) namorado(a)?
Diante de tal situação, sabemos que já não estaremos mais beijando nossos irmãos, nem tampouco abraçando nossos pais.

Considerando a possibilidade de viver a mudança de uma amizade para um namoro, este será o momento propício para investir ainda mais na amizade, no sentido de buscar respostas para os quesitos que consideramos relevantes para a nossa felicidade na convivência partilhada.
Penso ser interessante identificar nessa pessoa sinais de seu senso de responsabilidade diante do compromisso, sinais de destreza, suas qualidades etc… ou outras que consideramos importantes.

Sem atropelos, e na maturidade que Deus deseja nos conceder, devemos nos colocar predispostos a viver esse tempo de conhecimento recíproco e de “pesquisa”, preparando-nos para viver o “vestibular” do namoro.


Estou passando por essa situação. Estou gostando do meu melhor amigo agora meu Namorado

3 comentários:

Nicole Rodrigues disse...

Nossa, que gracinha o seu post. Aproveite bastante esse relacionamento de amizade/namoro. Comecei como amiga do meu atual marido, essas coisas dão certo hem!
Visite também meus dois blogs: http://pensieriidee.blogspot.com/ Blog de críticas de notícias e situações do meu dia-a-dia
http://lugaresromnticosquejfui.blogspot.com/ Blog de dicas de lugares interessantes para serem visitados a dois.

Luis Adriano disse...

Eu acho interessante o comportamento humano exatamente porque nós, tão racionais, às vezes, não conseguimos diferenciar o amor da amizade e, num ímpeto, misturamos os dois, o que pode resultar tanto em alegrias quanto em descontentamentos.
Sua abordagem a respeito do tema foi bem eficiente. Parabéns!
;)

Tânia disse...

Olá.. voce escolheu um assunto bem difícil de se falar.. mas se desenrolou maravilhosamente bem.
É tão dificil distinguir amor de amizade.. acho que porque nós amamos nas duas situações..
Adorei o post.

beijo.

http://dreamlove-sonhodeamor.blogspot.com